Estudar na Espanha| Como ingressar em uma Universidade espanhola?

Estudar em uma Universidade na Espanha é o sonho e também a realização de muitos brasileiros. Foi-se o tempo em que apenas ricos tinham o privilegio de vivênciar a experiência acadêmica por terras europeias.

Das dúvidas que recebo diariamente, a principal delas gira em torno de como conseguir ingressar em uma Universidade na Espanha sendo brasileiro.

E sei  o quanto esse assunto que gera um sem-fim de dúvidas, por isso, hoje te explico como é possivel se tornar aluno de uma Instituição de nivel  superior por aqui.

Primeiramente você precisa saber que o processo varia de acordo com nivel de estudos que você pretenda iniciar. Ou seja, para nivel de graduação é uma coisa, para pós é outra, e assim sucessivamente. Vejamos cada uma delas.

1.Para estudar uma Graduação 

Ingressar em uma Universidade pública na Espanha pode ser feita basicamente de três maneiras: Vestibular, Transferência acadêmica ou através de uma FP ( Formación Profesional, em espanhol).

1.1 – Vestibular

O ingresso através do vestibular espanhol ( aqui conhecido como Selectivdad) passou por alterações importantes, principalmente, para nós estrangeiros.

Agora, cada Universidade da Espanha possui autonomia para estabelecer seus próprios requisitos de acesso. Entretanto, algumas regras básicas continuam valendo, dentre elas, a de ter homologado aqui na Espanha o Ensino Médio realizado no Brasil.

Saiba como validar seu Ensino Médio na Espanha

Algumas Universidades exigem que além do Ensino Médio homologado, o candidato também apresente um certificado emitido pela UNED e realize uma prova de acesso, que pode ser a própria selectvidad (vestibular) ou a  conhecida PCE (Prueba de Competencia Especifica). A nota obtida nesse exame será somada a sua nota media do Ensino médio. 

Entre os meses de março e setembro, as Universidades começam o processo de pré-inscrição e matricula dos cursos para o próximo ano letivo.

Isso significa que alunos estrangeiros deverão previamente conhecer o protocolo da Instituição escolhida e realizar o procedimento burocratico exigido. 

O processo seletivo começa com a pré-inscrição, onde você prencherá seus dados pessoais e anexará a documentação exigida. A Universidade estabelece a “nota de corte”, a via de acesso para alunos estrangeiros e a divulgação da  lista de aprovados e dos  que ficarão em lista de “espera”, no decorrer dos meses.

Entretanto, outras Universidades dispensam a prova de acesso e aceitam apenas o seu ensino médio homologando, quando este possuam a nota média para ingressar em determinados cursos. É o que acontece na Universidade de Burgos, por exemplo.

Para mais informações, acesse: UNED – Pruebas de competencias especificas.

1.2  Transferência curso superior

Quem já começou a graduação no Brasil e quer termina aqui na Espanha também é possivel. Para isso, basta verificar a documentação, requisitos e prazos da Universidade. 

Geralmente, eles exigem um mínimo e um máximo de tempo para você poder dar seguimento nos estudos.

Por exemplo, se falta apenas um ano para você finalizar sua graduação no Brasil, provavelmente a Universidade não aceitará sua transferência.

Normalmente, a Universidade solicita seu Histórico escolar , a grade curricular do curso  e um nivel de castelhano que permita você acompanhar o ano letivo sem problemas.

1.3 – Acesso via “Formación Profesional”

Pouco conhecido entre brasileiros, ingressar em uma Universidade através de uma FP de grado superior é vantagem na certa.

Primeiro porque você já garante um diploma bem visto no país, e segundo porque te dá acesso direto, sem a necessidade de passar por um vestibular. Preparei um texto especifico, explicando como funcionam, veja: Formação Profissional

2. Estudar Pós-Graduação, Mestrado e Doutorado na Espanha

Assim como na Graduação, para ingressar em estudos a nivel de pós, mestrado ou doutorado, o aluno estrangeiro passará por uma série de requisitos burocráticos.

Cada Universidade estabelece seus critérios de acesso, tendo em comum o fato de exigirem quem o acadêmico possuam estudos terminados que deem acesso ao nivel desejado.Por exemplo: Para aceder a uma pós-graduação, o aluno deverá ter finalizado a graduação.

O prazo de inscrição também varia de uma Instituição para outra, mas normalmente acontecem entre janeiro e agosto. Esse ponto é muito importante, pois assim você tem tempo para preparar toda a documentação exigida.

Tenha em conta que como norma geral, todo documento brasileiro deverá estar previamente legalizado e traduzido ao castelhano. Além, da sua candidatura ser apresentada no prazo estipulado pela Universidade em questão.

Dentre os documentos exigidos, estão: o Diploma, o histórico escolar, carta de recomendação da Universidade e a certificação de proficiência no espanhol. Te lembro que esses requisitos são variáveis. Algumas faculdades podem pedir e outras não.

Após ser aceito pela Universidade, o próximo passo é trâmitar o visto de estudante que deve ser solicitado ainda no Brasil. Nesse texto te conto passo a passo como fazê-lo: Visto de Estudos para a Espanha

A Universidade é pública, mas não é gratuita!

Outro ponto mega importante que você precisa saber, é que a Universidade pública na Espanha é paga. Sei, é meio contraditório, mas é como funcionam as coisas por aqui. 

Cada curso tem um valor especifico, que varia de uma Universidade para outra de acordo com os “créditos” (carga horária das disciplinas) que você irá estudar.

O pagamento pode ser parcelado e também financiado pelo governo através das Becas (Bolsas de estudos). 

Intercâmbio é uma ótima opção! 

Acredite ou não, essa é a forma mais fácil de estudantes estrangeiros (que não possuam nacionalidade europeia ou recursos financeiros ) estudarem na Espanha.

Atualmente, existem diversos programas e convênios entre as Universidades Espanholas e Brasileiras, que possibilitam o intercâmbio de alunos através de bolsas de estudos quase sempre  gratuitas. 

Veja a nossa seção de editais abertos, em: Bolsas de estudos na Espanha

Visto de Estudante

Para ter acesso ao ensino superior espanhol é preciso ter uma autorização para residir no país, dentre elas, o visto de estudante. 

O visto por motivo de estudos deve ser solicitado previamente no Brasil, cumprindo a normativa de exigências atual do Governo espanhol. Você pode conhecer detalhadamente, aqui nesse texto:

Como obter uma autorização para estudar na Espanha 2018


Se inscreva no blog e receba diretamente no seu email todas as nossas  novidades. Para entrar em contato, utilize o formulário abaixo.

Saludos!!

 

 

 

Taiana Jimenez

Sou brasileira, residente e apaixonada pela Espanha. Amante de viagens e da cultura espanhola, compartilho com vocês minha experiência e as melhores dicas para quem deseja morar, estudar ou turistar pela terra de Cervantes!