Madri ou Barcelona?

Não tem erro. Madri e Barcelona são as cidades preferidas pelos brasileiros que buscam mais que turismo na Espanha.

Apaixonados pelas oportunidades que toda grande metrópole oferece, cada vez mais brasileiros buscam crescimento profissional  nas duas maiores cidades da Espanha. Mas afinal, é melhor morar em Madri ou Barcelona?

Apesar de serem duas cidades grandes e multiculturais, Madri e Barcelona, nem de perto são parecidas. Na realidade, elas são bem diferentes. Cada uma possui suas particularidades, seus costumes, sua forma de levar o dia a dia ,que acreditem ou não, fazem total diferença na vida de imigrantes que caem de paraquedas no país.

Como é morar em Barcelona?

Barcelona é a cidade mais visitada da Espanha. E isso significa que o fluxo de turistas que chegam e partem desse lugar nunca para (nem mesmo na baixa temporada). Além dos 1,6 milhões de pessoas que vivem na região, Barcelona tem se tornado uma das cidades mais caras para viver no mundo. NO MUNDO!! 

No entanto, porque nem com a subida dos preços e do alto custo de vida exigido para morar em Barcelona as pessoas seguem imigrando para lá?  O que tem Barcelona que a faz única? 

Meus caros, Barcelona tem muita coisa e beleza que sobra. A cidade conta com mais de 20 Universidades e por isso recebe centenas de alunos europeus e também de outros países. Além disso, como em toda cidade grande, a oferta de diversão é bem variada.

De parques a museus, de teatros a praia. Tem para todos os gostos e bolso. Outro ponto importante é em relação ao clima: o verão pode ser escaldante, mas o inverno não é tao rigoroso como em outras cidades europeias.

Vista aérea de Barcelona – foto frepik

 

A economia movida pelo setor de serviço faz com que o número de empregos seja maior do que em outros locais e a média salarial  também sobe, ficando em torno de 1.532€.

Porém, nem tudo é vantagem.  Aluguel caro, transporte caro, ter um idioma a parte (o catalão) e o fato de levarem a fama de serem menos receptivos com estrangeiros,  são pontos que precisam ser analisados de acordo com as experiências que você busca vivenciar.

Eu estive a ponto de trocar Valência por Barcelona, alias, por uma cidadezinha próxima. Entretanto, pensamos melhor e desistimos por alguns fatores que não nos agradava, dentre eles, o uso do catalão nas escolas o alto custo de vida. 

Uma coisa muito importante a frisar é justamente que existe uma diferença abismal entre conhecer um lugar a turismo e ir viver nele. Por isso, o ideal é visitar a localidade antes de fazer as malas definitivamente. 

Assim como em muitas cidades espanholas, Barcelona conta com um pedacinho do Brasil, e por ali não vai ser nada dificil encontrar conterrâneos, lojas de produtos brasileiros e restaurantes com a nossa comidinha gostosa.

Barcelona é também uma cidade que transpira vida e…protestos. Não estranhe ao se deparar com uma ou várias passeatas em diversos lugares. 

No mais, Barcelona conta com uma infinidade de bares, restaurantes e programações culturais que geram a maioria dos postos de trabalho. Como toda cidade grande, você vai ter que lidar com congestionamentos no trânsito, transporte público mais cheio durante os horários de pico e muito movimento. 

Como é morar em Madri ?

Madri é a capital da Espanha e assim como Barcelona, recebe anualmente muitos turistas e também novos moradores na cidade. O clima é seco e não tem praia, porém a cidade esta cheia de monumentos históricos e opções de lazer.

A população de 3,6 milhões de pessoas confirma a fama da cidade: É o centro financeiro e o coração da Espanha. Isso significa que as oportunidades profissionais são maiores e que a economia é mais movimentada, por isso apresenta uma taxa de desemprego menor.

O custo de vida também é alto e quem não souber administrar as finanças pode acabar tendo dificuldades para equilibrar o orçamento.

Querida por muitos estudantes europeus e de outros continentes, Madri recebe anualmente centenas deles nas suas 15 Universidades distribuidas pela região. Os madrilenhos são bem receptivos e o leque de opções para curtir a cidade é super amplo. Só não tem praia. 🙁

Assim como Barcelona, Madri conta com um número significativo de brasileiros na região e a possibilidade de esbarrar em um conterrâneo ou encontrar um pedacinho do Brasil é de 100%.

Como comentei anteriormente, morar é diferente de turistar e na capital espanhola estive somente de passagem, por isso, não existe melhor fonte de informação do que o divulgado por uma equipe de brasileiras que residem na cidade, https://blogueirosmadrid.com/

 

Qual cidade escolher?

Essa é uma decisão totalmente pessoal e não tem como  afirmar  qual cidade será  a melhor para você pois cada pessoa tem uma experiência diferente e um ponto de vista baseado na sua vivência.

O certo é,  que tanto em Madri como em Barcelona, você  encontrará a “loucura” de uma grande cidade, um custo de vida elevado (comparado a outras regiões), um pedacinho do Brasil e muitos aprendizados.


Se inscreva no blog e receba diretamente no seu email todas as nossas  novidades. Para entrar em contato, utilize o formulário abaixo.

Saludos!!

Taiana Jimenez

Sou brasileira, residente e apaixonada pela Espanha. Amante de viagens e da cultura espanhola, compartilho com vocês minha experiência e as melhores dicas para quem deseja morar, estudar ou turistar pela terra de Cervantes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *